Notícias › 25/05/2017

A contribuição da Santa Sé para reduzir os riscos de desastres

A cidade mexicana de Cancún está sediando o encontro da Plataforma Global para a Redução dos Riscos de Desastres.

O evento, que reúne mais 5.000 participantes, tem a finalidade de reduzir o risco de catástrofes em todo o mundo, apostando numa maior responsabilidade para reforçar a resiliência aos desastres.

O encontro é a primeira oportunidade para a comunidade internacional de avaliar os progressos globais do acordo assinado em Sendai, no Japão, em 2015. A Santa Sé se fez presente através de uma carta do Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, enviado ao Presidente mexicano e Presidente da Plataforma global 2017, Enrique Peña Nieto.

Pobres: principais vítimas

No texto, o Cardeal insiste na necessidade de reforçar as atividades de prevenção, educação e formação para reduzir as perdas humanas, físicas e econômicas causadas pelos desastres naturais.

“Com frequência, são os mais pobres as principais vítimas dos desastres naturais, que desestabilizam as economias e as sociedades mais frágeis ou as regiões mais precárias”, escreve o Secretário de Estado, recordando que as próprias vítimas devem ser envolvidas no processo de conscientização.

Tradições religiosas e catástrofes naturais

“A capacidade de mobilização das comunidades locais jamais deveria ser subestimada em situações de catástrofes. Neste contexto, as tradições religiosas e culturais são muito importantes e representam fonte de enriquecimento para a resiliência. Tudo isso requer ampla participação, colaboração, integração e diálogo de toda a sociedade.”

O Card. Parolin defende ainda uma mudança de mentalidade e estilos de vida. “Quando levamos em consideração o futuro da humanidade, não podemos nos limitar a áreas técnicas: estamos falando de valores, de responsabilidade compartilhada, que chamam em causa o bem de toda a família humana.”

Os votos do Papa Francisco

Em nome do Papa Francisco, o Secretário de Estado faz votos que os trabalhos da Plataforma Global sejam profícuos, frutíferos e permitam que a resiliência caminhe passo a passo com o desenvolvimento de uma real, responsável e fraterna colaboração fundada sobre o bem comum. “Nesta perspectiva, a Santa Sé está sempre pronta a oferecer a sua contribuição.”

A Plataforma Global estará reunida em Cancún até amanhã, dia 26 de maio.

Por Rádio Vaticano