Notícias da paróquia › 30/11/2016

Cardeal dom Sergio na Missa de acolhida: “ninguém permanece na fé a não ser pela Graça de Deus”

Nem o frio e a chuva da manhã deste último domingo, 27, atrapalharam a grande festa da comunidade de Brasília para receber o seu pastor, cardeal dom Sergio da Rocha, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida.

Cerca de 2 mil pessoas participaram da Missa de acolhida ao cardeal. Muitas comunidades organizaram caravanas com ônibus para levar os fiéis que com faixas e cartazes deram as boas vindas ao novo cardeal do Brasil.

Participaram também  o arcebispo de Goiânia (GO), dom  Washington Cruz  e o bispo emérito de Floriano (PI), dom Augusto Alves, os bispos auxiliares de Brasília, dom José Aparecido, dom Leonardo Ulrich e dom Marcony Ferreira, além de padres, diáconos e seminaristas de nossa Arquidiocese. O bispo auxiliar dom Valdir não compareceu pois estava representando dom Sergio na Visita pastoral  Missionária, que aconteceu neste final de semana, na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Planaltina.

Antes da celebração, dom Sergio entrou na Catedral e foi recebido por todos com uma grande salva de palmas. No altar foi homenageado por diversas crianças, que vestidas de ovelhinhas e guiadas por um pastor, se dirigiram até o altar para ficar perto do cardeal, enquanto ele ouvia as palavras de agradecimento e felicitação. Logo após a homenagem, dom Sergio recebeu de presente um novo Báculo, que para a Igreja representa o cajado que o pastor usa para conduzir o rebanho do Senhor.

A todo o momento dom Sergio expressava sua alegria e gratidão pelas felicitações e homenagens. Em sua homilia, o cardeal falou sobre oração, misericórdia e missão nesse novo desafio para ele como cardeal. “Recentemente aqui estive na nossa Catedral presidindo o encerramento do Ano Santo da Misericórdia que foi um momento especial que nossa Igreja esteve reunida para bendizer a Deus por tantos sinais que mostram o quanto Ele nos ama, que está conosco e nos conduz. E nós naquele momento ressaltamos que as portas da misericórdia continuavam abertas na Igreja. Hoje nós aqui estamos reunidos para bendizer a Deus mais uma vez por sua misericórdia”

Dom Sergio também falou sobre sua nova missão como cardeal. “Eu tenho dito em várias ocasiões que eu entendo que ser cardeal da Igreja é primeiramente um gesto de bondade e confiança do Papa Francisco, mas é acima de tudo, um gesto de misericórdia de Deus. Por isso estamos aqui nesta manhã dando continuidade aquele grande louvor pela misericórdia Divina.”

Ainda sobre o Ano da Misericórdia, dom Sergio falou da gratidão de ter sido nomeado cardeal neste ano tão significativo e importante para a Igreja. “Sem dúvida que quem foi criado cardeal pelo Papa no Ano da Misericórdia sente ainda mais a misericórdia de Deus na própria vida. Os novos cardeais, de forma especial, são chamados a ser sinal da misericórdia de Deus. A ser cardeais da misericórdia de Deus no meio do seu povo, no meio de tanta gente sofrida. Por isso essa Eucaristia expressa e prolonga aquele grande louvor a Deus olhando para a maneira extraordinária com que Deus tem amado os novos cardeais, particularmente aquele que aqui está como servidor desta Igreja”, ressaltou.

Com reconhecimento, o cardeal falou da grande força que tem ganhado dos fiéis e de como é importante as orações e carinho que tem recebido. “As pessoas tem me perguntado, sobretudo lá em Roma, pelo ritmo das atividades da semana passada, como eu tenho conseguido ficar em pé e ter força para tantos compromissos. Eu respondo que ninguém permanece na fé a não ser pela Graça de Deus, por que Deus ama e o amor de Deus é graça e por isso estamos aqui. Mas também é claro que eu sinto como tem sido importante na minha vida como bispo e agora como cardeal a presença das pessoas, a presença da Igreja. Não se entende aquele que serve a Igreja sem a própria Igreja, sustentado pela oração da Igreja. E hoje fico ainda mais feliz em saber que toda a arquidiocese reza pelo novo cardeal. Como é bom sentir também a presença da família que somos nós, a Igreja viva”, falou emocionado.

Por fim, o cardeal dom Sergio agradeceu a todos pelo carinho e pediu que todos continuem a rezar por ele e por sua missão como pastor.

No final da celebração, o bispo auxiliar dom Aparecido fez uma homenagem em nome de todo o clero lendo um belíssimo texto onde recordava momentos de convivência e pastoreio vividos com dom Sergio. Dom Aparecido ressaltou a humildade e o grande amor que dom Sergio tem pelo seu rebanho, sobretudo pelos mais pobres e flagelados.

Após a celebração, dom Sergio recebeu os cumprimentos dos fiéis.

Confira as fotos deste momento especial no facebook da Arquidiocese: https://www.facebook.com/ArqBrasilia/

Via Arquidiocese de Brasília

Por Kamila Aleixo/Fotos: Anderson Medanha