Notícias › 06/10/2016

Ecumenismo é uma riqueza, diz Papa em encontro com Welby

O Papa Francisco recebeu em audiência nesta quinta-feira, 6, o arcebispo de Cantuária e Primaz da Igreja Anglicana, Justin Welby, acompanhado dos primazes das províncias anglicanas. Eles estão em Roma por ocasião dos 50 anos do encontro entre o beato Paulo VI e o arcebispo de Canterbury Michael Ramsey. Além disso, comemoram a instituição do Centro Anglicano de Roma, realizada ontem à tarde.

Na saudação aos presentes, Francisco enfatizou três palavras sobre o caminho comum percorrido ao longo desses 50 anos: oração, testemunho e missão.

Ontem à tarde, Francisco e Welby estiveram juntos na celebração das Vésperas e hoje pela manhã rezaram juntos no túmulo do apóstolo Pedro. “Não cansamos de pedir juntos e insistentemente ao Senhor o dom da unidade”.

O testemunho diz respeito a tantos cristãos que, por fé e com fé, se ouviram e partilharam tempo e forças, fazendo crescer a convicção de que o ecumenismo nunca é um empobrecimento, mas uma riqueza. “Tenhamos como tesouro essa herança e nos sintamos, todos os dias, chamados a dar ao mundo, como Jesus pediu, o testemunho do amor e da unidade entre nós”.

Por fim, o Papa falou de missão, pedindo ajuda mútua entre católicos e anglicanos para colocar no centro o Evangelho, saindo de si mesmos para levar o amor misericordioso de Deus ao mundo sedento de paz.

“Para pedir a graça de crescer na oração, em dar testemunho e em ir em missão, permito-me convidá-los a rezarmos juntos o Pai Nosso”, disse o Papa, concluindo o encontro com a oração comum aos cristãos.

Ontem à tarde, além da celebração das Vésperas, foi assinada uma declaração comum entre católicos e anglicanos na qual recordam-se os cinquenta anos de empenho das duas Igrejas pela unidade.

Por Canção Nova, com Boletim da Santa Sé