Notícias da paróquia › 01/02/2017

Escolas poderão ter aulas sobre cuidado e respeito aos idosos

Tramita na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 501/2015, que, caso aprovado, pode tornar a questão do envelhecimento e do cuidado e respeito aos idosos parte do currículo da educação básica no país.

A PL altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, permitindo que o conteúdo sobre envelhecimento seja ministrado em sala de aulas, por profissionais habilitados em gerontologia.

O projeto entrou para pauta após a divulgação de projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, que indicam o aumento da população idosa e da expectativa de vida no país.

Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira superou a marca dos 207 milhões de habitantes em janeiro de 2017, com cerca de 4 milhões de idosos com mais de 80 anos. Ainda de acordo com estimativas elaboradas e divulgadas pelo IBGE, em 2050 a população brasileira será de aproximadamente 215 milhões de habitantes, dos quais 66,5 milhões serão idosos, ou seja, quase 29,3% da população total.

De acordo com o senado, o objetivo da PL 501/2015 “é ajudar os brasileiros a lidarem com a população idosa”, que requer demandas por serviços de saúde, de infraestrutura em condições adequadas de acessibilidade e de uma série de cuidados, a partir da “ação educativa das novas gerações para a compreensão das virtudes e vicissitudes da terceira idade, com vistas a permitir uma convivência intergeracional mais harmônica, em benefício de todos”, informaram.

Participe da consulta Pública no site do Senado Federal, clicando aqui, e opine se você é a favor ou não do Projeto de Lei que propõe a inclusão do tema do envelhecimento nos currículos da educação básica.

 

Leia mais:
Leia o Projeto de Lei 501/2015 na íntegra
Projeção do número de brasileiros hoje – IBGE 
Informações:
Senado Federal
Telefone: Telefone: 0800 61 22 11
Site: http://www12.senado.leg.br/

Por Arquidiocese de Brasília