Highslide for Wordpress Plugin
Guia de visitação

9 – D. Bosco

9 - D. Bosco

Junto à Pietá encontra-se a imagem de Dom Bosco, que pesa duas toneladas e foi esculpida pelo Mestre Mauro Baldasari – artista italiano de Turim, que utilizou como matéria prima uma peça única de mármore de Carrara. O escultor explica os significados de sua obra: As mãos do santo apontam, a da direita, para a entrada da Catedral, num gesto de acolhimento aos visitantes; a da esquerda, para o altar, onde estão Jesus na Eucaristia e Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira. O corpo esculpido com acentuada concavidade representa sua total doação aos jovens. Na grande peça, presa atrás da imagem, desenhos correspondem às cenas que representam os sonhos de D. Bosco. Dentre essas destaca-se, no lado esquerdo, a imagem da Catedral da cidade localizada entre os paralelos 15 e 20 do globo terrestre – sonho profético de Dom Bosco que previa, nesse local, o nascimento de uma nova civilização, outra “terra prometida”. Dom Bosco foi proclamado Copadroeiro de Brasília em 10 de junho de 1962.8

8 O Livro Tombo da Igreja de D. Bosco no Núcleo Bandeirante registra que nesta data – 10 de junho de 1962, Festa de Pentecostes –, Nossa Senhora Aparecida e S. João Bosco foram proclamados Padroeira e Copadroeiro de Brasília. Houve grande manifestação. E a celebração – presidida por D. José Newton –, contou com a presença do Presidente da República, Juscelino Kubitschek, autoridades eclesiásticas, políticas e o povo de Brasília. A imagem verdadeira de Nossa Senhora Aparecida veio trazida do Santuário de Aparecida do Norte (São Paulo), para a Catedral ainda em construção, por D. Carlos Carmelo. Uma imagem de São João Bosco, trazida por Padre Roque Valiati Baptista – pioneiro e pároco da igreja São João Bosco do Núcleo Bandeirante – veio em carreata.

Confira também: