Palavra do Pastor › 10/03/2019

1º Domingo da Quaresma – 10/03/19

Tempo Especial de Conversão

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

A Quaresma é tempo especial de conversão em preparação para a Páscoa da Ressurreição do Senhor. Por isso, já na Quarta Feira, ao receber as Cinzas, ouvimos o convite de Jesus à conversão: “Convertei-vos e crede no Evangelho” (Mc 1,15). Somos chamados a viver a conversão através da oração, da penitência e da caridade. A cor roxa utilizada neste tempo litúrgico possui significado penitencial; é sinal de penitência, como parte do processo de conversão a que todos somos chamados a viver. O esforço de superação do pecado exige renúncias e sacrifícios; o mesmo ocorre quando alguém busca o crescimento na vida cristã, como a vivência do amor ao próximo ou uma participação maior na vida da Igreja.

O Evangelho proclamado apresenta-nos o episódio das tentações de Jesus no deserto, narrado por São Lucas (Lc 4,1-13). Procuremos refletir sobre as tentações encontradas no mundo de hoje, de modo especial, a riqueza, o poder e a fama. A pedra, a ser mudada em pão, faz pensar na tentação de acumular e consumir bens materiais. A referência aos reinos da terra expressa a tentação do poder e da glória deste mundo. O lançar-se do alto do templo para ser socorrido de forma espetacular corresponde a tentação da fama e das coisas grandiosas. A estas, podemos acrescentar muitas outras tentações no mundo de hoje, às quais é necessário resistir para permanecer na fidelidade a Jesus. Contudo, o Evangelho não quer apenas falar e advertir a respeito das tentações. Pretende, acima de tudo, nos transmitir a certeza da vitória de Cristo e daqueles que, unidos a Cristo, lutam para vencer as tentações e permanecer fiéis.

Quaresma é tempo especial de oração e de caridade. Uma das principais expressões de vivência da caridade, no Tempo Quaresmal, tem sido a Campanha da Fraternidade, promovida pela Igreja no Brasil. A Campanha da Fraternidade está relacionada à Quaresma, embora deva ser vivida além dela. Trata-se de um exercício intensivo de amor fraterno, sinal de conversão quaresmal. A cada ano, aborda-se um aspecto ou campo da vida em que a fraternidade necessita ser vivida com maior atenção e empenho pessoal e comunitário. Neste ano, o tema é “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema é “Serás libertado pelo direito e pela justiça (Is 1,27)”. O Texto-Base e outros subsídios podem nos ajudar a compreender bem e a vivenciar esta Campanha.

Não podemos deixar passar em vão este tempo de graça de Deus. “É agora o tempo favorável; é agora o dia da salvação” (2 Cor 6,2). Procuremos viver intensamente a Quaresma e a Campanha da Fraternidade!