Palavra do Pastor › 06/03/2018

4º Domingo da Quaresma – Deus é Misericordioso!

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

 

Celebramos o IV Domingo da Quaresma, numa atitude de louvor e alegria pela misericórdia divina.      O Evangelho anuncia que “Deus amou tanto o mundo que deu seu Filho unigênito para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna”. Acrescenta, a seguir: “Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele” (Jo 3, 16-17). Nós nos alegramos e louvamos a Deus pelo seu amor manifestado na cruz redentora de Jesus Cristo. Louvamos a Deus, com alegria, porque ele libertou o seu povo cativo na Babilônia, conforme nos recorda o livro das Crônicas, na primeira leitura. Nós nos alegramos porque “Deus é rico em misericórdia”, “por causa do grande amor com que nos amou”, “pela incomparável riqueza de sua graça”, “porque ele nos deu a vida com Cristo”, segundo São Paulo, na segunda leitura (Ef 2,4-10).

Entretanto, o louvor e a alegria manifestados na Liturgia devem se prolongar na vida do dia a dia, numa atitude sincera de conversão, especialmente neste tempo quaresmal. O Evangelho nos convida a crer em Cristo e a caminhar na luz, deixando as trevas da incredulidade e das “ações que eram más”.  São Paulo nos recorda que “fomos criados em Jesus Cristo para as obras boas” (Ef 2,10). O segundo livro das Crônicas nos motiva a refazer a experiência do povo de Deus libertado da opressão na Babilônia para retornar à própria terra e reconstruir a vida.

O Ano do Laicato, vivenciado em todo o Brasil, tem estimulado os fiéis leigos e leigas a serem “sal da terra” e “luz do mundo”, nos diversos ambientes e situações em que vivem. O testemunho de fé de cada um é indispensável, mas é preciso também a ação da comunidade através das pastorais e movimentos, a fim de tornar mais efetivo o serviço da caridade, da justiça e da paz.  Nossas comunidades necessitam de pessoas dispostas a participar da evangelização nos órgãos públicos, nas escolas e universidades, nos hospitais, nos meios de comunicação, nas periferias urbanas, dentre tantos outros ambientes. A conversão quaresmal nos leve, de modo especial, a servir com compaixão para as ovelhas mais sofridas do rebanho de Cristo!

Procure viver bem esta Quaresma! Em resposta ao apelo da Campanha da Fraternidade, ajude a superar a violência praticando a Palavra de Jesus: “vós sois todos irmãos!” Jamais ceda à tentação da violência! Promova a reconciliação e o perdão entre todos. Seja portador do amor e da paz que Deus nos oferece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *