Palavra do Pastor › 16/05/2018

Ascensão do Senhor

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

 

A solenidade da ascensão do Senhor tem uma especial importância na liturgia e na vida. Na liturgia, ela integra o Tempo Pascal. Nós celebramos o mistério da fé que professamos ao rezar o Credo: creio que “Jesus ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos Céus, está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso”. Num tempo em que muitos vivem apegados demais a este mundo, a Ascensão adquire uma importância ainda maior na vida, pois nos convida a olhar para o alto, a caminhar em direção ao céu, assumindo responsavelmente a vida na terra. Os discípulos de Cristo não tem morada permanente neste mundo. Vivem da fé, testemunham a fé em Cristo, através do amor ao próximo, peregrinando para a morada eterna preparada por Jesus. Nós olhamos para o futuro com a esperança que vem daquele que venceu a morte.

O olhar para o céu não implica em ficar parados. O anjo questiona os discípulos que ficam “parados” olhando para o céu. O olhar para o céu não nos deve levar a descuidar de nossa vida na terra; o olhar para o futuro que nos aguarda não nos deve levar a descuidar do presente. Ao contrário, a esperança da vida plena no céu deve nos motivar a viver bem a vida neste mundo. No relato da Ascensão, conforme os Atos dos Apóstolos, os anjos perguntaram aos apóstolos: “Homens da Galileia, por que ficais aqui parados olhando para o céu?” (At 1,11). Os discípulos de Jesus não podem “ficar parados”, olhando para o céu. O olhar para o céu deve nos levar a caminhar, cumprindo a missão que Jesus deixou, hoje proclamada no Evangelho: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o evangelho a toda criatura!” (Mc 16,15). Em resposta à palavra de Jesus, “os discípulos então saíram e pregaram por toda a parte” (Mc 16,20).

Hoje, somos nós, os discípulos que devem continuar a anunciar e a testemunhar o Evangelho na vida cotidiana e através dos meios de comunicação social. Por isso, celebra-se, neste Domingo, o Dia mundial das Comunicações Sociais. Em sua mensagem para este dia, o Papa Francisco nos alerta a respeito das “fake news” nas redes sociais. É preciso redobar o cuidado com notícias falsas, com informações deturpadas e comentários agressivos, especialmente nas redes sociais. Elas deveriam ser espaços de testemunho da fé, da fraternidade e da paz, aproximando as pessoas na verdade e na caridade.

Estamos iniciando a preparação para Pentecostes, a ser celebrado no próximo domingo, e a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Preparando Pentecostes, rezemos pela unidade dos cristãos para que se realize cada vez mais entre nós a súplica de Jesus ao Pai: “Que todos sejam um!” (Jo 17,21). Neste domingo, de modo especial, nós rezamos também pelas mães, confiando-as à proteção de Maria, a Mãe de Jesus e Mãe de todas as mães, hoje venerada como N. Sra. de Fátima, oferecendo-lhes o nosso carinho e a nossa gratidão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *