Palavra do Pastor › 23/05/2018

Pentecostes – Enviai o Vosso Espírito, Senhor!

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

“Enviai o vosso Espírito, Senhor, e da terra toda a face renovai”, nós cantamos com o Salmo 103, nesta solenidade de Pentecostes, celebrando a vinda do Espírito Santo. Esta súplica se completa com o belíssimo e antigo hino rezado na “Sequência”  referindo-se a ação do Espírito Santo na vida da Igreja, que “espera e deseja” os seus sete dons.

Dentre os sinais da presença do Espírito, encontramos na Palavra de Deus proclamada, nesta Eucaristia, a unidade e o entendimento, ao contrário de Babel que gerou divisão e desentendimento. Conforme os Atos dos Apóstolos, em Pentecostes, gente de diferentes culturas e línguas entendem e acolhem a pregação dos Apóstolos, pela ação do Espírito Santo. “Todos nós os escutamos anunciar as maravilhas de Deus na nossa própria língua” (At 2,11), testemunham as pessoas que estavam em Jerusalém naquele dia. O Espírito é luz que aquece e ilumina, animando os discípulos na pregação do Evangelho e abrindo os corações para a sua acolhida.

São Paulo aos Coríntios também ressalta a unidade na diversidade de dons e ministérios provenientes do mesmo Espírito “em vista do bem comum”, da construção do corpo que é a Igreja. “Formamos um único corpo”, proclama o Apóstolo (1Cor 12,13). Quem vive no orgulho e na vaidade provoca brigas e divisão. Quem se deixa conduzir pelo Espírito de Deus, a ele atribuindo os dons que possui e o bem que faz, promove a unidade, a reconciliação e a paz. O Evangelho segundo João nos mostra que o Espírito Santo é dom do Ressuscitado aos seus discípulos, confiando-lhes a missão de perdoar os pecados. O perdão é sinal de uma vida conduzida pelo Espírito Santo.

Num tempo de tantos conflitos e divisões, necessitamos muito do Espirito Santo para promover a união e o entendimento entre as pessoas, na família, na comunidade e na sociedade. A súplica que dirigimos a Deus neste Pentecostes deve continuar em nossos lábios e em nossos corações durante o ano todo. Necessitamos valorizar mais o Espírito Santo que recebemos por ocasião dos sacramentos do Batismo e da Crisma, suplicando a sua presença e deixando-nos por ele conduzir. Num tempo de renovação missionária da Igreja, estimulada pelo Papa Francisco, necessitamos sempre mais acolher a presença do Espírito, através da oração e de uma vida santa, para colaborar na missão evangelizadora da Igreja.  Por isso, reze todos os dias a oração ao Espírito Santo, especialmente quando estiver perante decisões difíceis, a fim de ter a luz necessária  e a força para praticar o Evangelho. Procure corresponder ao dom do Espírito que recebemos através da vivência da caridade, que segundo S. Paulo, é o dom maior e o critério para nossas ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *