Notícias › 16/02/2018

Papa encontra habitualmente vítimas de abusos, confirma Burke

Várias vezes ao mês, o Papa Francisco encontra vítimas de abusos sexuais, seja individualmente, seja em grupo. A confirmação é do diretor de imprensa da Santa Sé, Greg Burke, e foi divulgada nesta quinta-feira, 15.

“Papa Francisco escuta as vítimas e procura ajudá-las a sanar as graves feridas causadas pelos abusos sofridos. Os encontros se desenvolvem na máxima reserva, no respeito das vítimas e de seus sofrimentos”, acrescentou Burke.

A declaração de Burke responde a perguntas de jornalistas referentes à notícia sobre trechos do diálogo do Papa com jesuítas em sua recente viagem ao Chile e Peru, antecipados à imprensa pela revista da congregação, a Civiltà Cattolica.

Na ocasião, o Papa conversou com os jesuítas sobre vários assuntos, entre eles a pedofilia. Francisco se disse envergonhado sobre escândalos sexuais por parte de sacerdotes e observou o que muitas pessoas dizem, que menos de dois por cento desses casos foram praticados por padres, mas fez uma ressalva: “se existisse apenas um já seria motivo de tristeza, porque Deus fez o sacerdote para santificar crianças e adultos”.

O Papa destacou que as vítimas precisam ser ouvidas, e foi então que revelou que se encontra às sextas-feiras com algumas delas, o que foi confirmado hoje pela sala de imprensa da Santa Sé.

Por Canção Nova, com Boletim da Santa Sé/Colaboração de Lizia Costa – Canção Nova Roma