Notícias › 07/09/2017

Papa na Colômbia: um abraço de 700 mil pessoas

O Papa Francisco já se encontra em território colombiano. O avião com a comitiva papal aterrissou por volta das 16h15 locais de ontem, depois de cerca de 12 horas de voo.

Segundo informações oficiais do Vaticano, a aeronave mudou de rota para evitar o furacão Irma, de categoria 5, que está sobre o Caribe. Ao invés de sobrevoar o território estadunidense de Porto Rico, o avião se deslocou mais ao sul, entrando no espaço aéreo das ilhas de Barbados, Granada e Trinidad e Tobago.

Boas-vindas

No Aeroporto internacional El Dorado da capital, Bogotá, o Pontífice foi recebido pelo Presidente do país, Juan Carlos Santos, e sua esposa.

O Núncio Apostólico na Colômbia, Dom Ettore Balestreto, assim como alguns Bispos da Conferência Episcopal local, também estavam presentes no aeroporto. Não obstante a longa viagem, o Pontífice estava sorridente, saudou inúmeras crianças, autoridades civis e políticas e assistiu a uma breve apresentação de artistas com danças e músicas do folclore colombiano.

Depois da austera cerimônia de boas-vindas, o Papa se transferiu à Nunciatura Apostólica de papamóvel. Cerca de 700 mil pessoas acompanharam o trajeto de 15 quilômetros.

Evento histórico

A mídia local analisa a visita do Pontífice como um evento “histórico” depois de mais de 50 anos de guerra, para além da tradição religiosa, mas “fundamental pela influência política do Papa na consolidação da paz no país”.

Segundo estatísticas do Anuário Estatístico da Igreja, mais de 45 dos 48 milhões de colombianos se declaram católicos.

Por Rádio Vaticano