Notícias › 19/07/2018

Papa preside Consistório Ordinário Público

Na manhã desta quinta-feira (19/07) o Papa Francisco presidiu no Vaticano um Consistório Ordinário Público em vista da Canonização do Beato Nunzio Sulprizio.

Calvário

O leigo italiano viveu somente 19 anos. Nasceu na Província de Pescara em 1817. Logo cedo ficou órfão e foi criado pela avó materna, que faleceu quando Nunzio tinha nove anos. Foi então que começou o seu calvário, sendo explorado por seu tio, que trabalhava como ferreiro e marceneiro.

Sem poder frequentar a escola, foi obrigado a trabalhar inclusive quando ficou doente, com uma gangrena na perna. Quando já era demasiado tarde, foi “adotado” por uma família de Nápoles, que tentou curá-lo, assistindo-o até os últimos dias.

Mesmo em meio à dor e humilhações que vivia, Nunzio testemunhou uma fé inabalável. “Jesus sofreu muito por mim. Por que não posso sofrer por Ele?”, dizia. “Gostaria de morrer para converter mesmo que um único pecador”.

No dia 5 de maio de 1836, Nunzio pediu o Crucifixo, chamou o confessor e recebeu os sacramentos. Desfigurado pela doença, seu corpo começou a exalar um perfume de rosas e ficou exposto por cinco dias. Seu sepulcro logo se tornou meta de peregrinação.

Rumo à canonização

Leão XIII, ao emitir o decreto sobre a heroicidade das virtudes, o propôs como modelo da juventude operária.

Em 7 de março de 1963, João XXIII promulgou o decreto que aprovava os milagres reconhecidos para a beatificação de Nunzio Sulprizio, mas não pode presidir a cerimônia, pois veio a falecer em 3 de junho. Em 1º de dezembro, Paulo VI o proclamou Beato, “entre vivíssimas aclamações dos Padres Conciliares e do povo”, como escreveu na época o jornal L’Osservatore Romano.

Naquela ocasião, o Pontífice afirmou: “O jovem Sulprizio é o beato da nossa idade”, e convidou todos a “fazerem amizade com este querido Beato e pensar humildemente como podemos seguir também o seu itinerário terrestre”.

14 de outubro

Neste dia 19 de julho, o Papa Francisco anunciou que a canonização de Nunzio Sulprizio será em 14 de outubro.

Neste mesmo dia, serão canonizados também Paulo VI e Dom Oscar Romero. Com eles, se tornarão santos Francesco Spinelli, Sacerdote diocesano, Fundador do Instituto das Irmãs Adoradoras do Santíssimo Sacramento; Vincenzo Romano, Sacerdote diocesano; e Maria Caterina Kasper, Fundadora do Instituto das Pobres Servas de Jesus Cristo.

Por Vatican News