Notícias › 29/11/2016

Santuário de Fátima abre Ano Jubilar do centenário das aparições

O Santuário de Fátima abriu no último domingo, 27, o Ano Jubilar pelo centenário das Aparições de Nossa Senhora aos pastorinhos. A data foi marcada com uma Missa celebrada pelo bispo da diocese de Leiria-Fátima, Dom António Marto.

Na homilia, o bispo lançou o desafio de viver o ano jubilar com “alegria e a esperança, como tempo favorável de ação de graças pelo dom da visita e da mensagem da Senhora e pelas graças recebidas, de experiência da ternura e da misericórdia de Deus; de devoção terna ao Imaculado Coração de Maria; de conversão e de compromisso com Deus e a favor dos outros e da paz no mundo, a exemplo dos pastorinhos”.

O prelado desejou ainda que a passagem pelo Pórtico do Jubileu seja o sinal exterior da vivência de uma peregrinação interior e a busca por deixar-se guiar pela Virgem Maria. “[Ela] é mãe e sabe como conduzir-nos até Deus. Deixemo-nos, pois, guiar por Ela neste tempo de perturbação e de esperança!”

A celebração na Basílica da Santíssima Trindade terminou com a bênção papal concedida por Dom Marto, por mandato do Papa Francisco.

Indulgências do Ano Jubilar

O Ano Jubilar concedido ao Santuário de Fátima prossegue até o dia 26 de novembro de 2017. Durante este período, os fiéis que visitarem o local poderão obter a indulgência plenária, seguindo as condições de confissão sacramental, comunhão eucarística e oração pelas intenções do Santo Padre.

Segundo o documento papal, a indulgência plenária do jubileu é concedida:
– aos fiéis que visitarem em peregrinação o Santuário de Fátima e aí participarem devotamente em alguma celebração ou oração em honra da Virgem Maria, rezarem a oração do Pai-Nosso, recitarem o símbolo da fé (Credo) e invocarem Nossa Senhora de Fátima;
– Aos fiéis piedosos que visitarem com devoção uma imagem de Nossa Senhora de Fátima exposta solenemente à veneração pública em qualquer templo, oratório ou local adequado, nos dias das aparições aniversárias (dia 13 de cada mês, desde maio a outubro de 2017), e aí participarem devotamente em alguma celebração ou oração em honra da Virgem Maria, rezarem a oração do Pai-Nosso, recitarem o símbolo da fé (Credo) e invocarem Nossa Senhora de Fátima;
– Aos fiéis que, pela idade, doença ou outra causa grave, estejam impedidos de se deslocarem, se, arrependidos de todos os seus pecados e tendo firme intenção de realizar, assim que lhes for possível, as três condições abaixo indicadas, frente a uma pequena imagem de Nossa Senhora de Fátima, nos dias das aparições se unirem espiritualmente às celebrações jubilares, oferecendo com confiança a Deus misericordioso através de Maria as suas preces e dores, ou os sacrifícios da sua própria vida.

Por Canção Nova, com Santuário Nacional