Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

“A Iniciação à Vida Cristã é uma grande revolução na nossa Igreja”

O arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, anfitrião da 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) falou sobre os principais temas abordados no evento, que terminou no último dia 05 de maio. Em entrevista à Canção Nova, dom Orlando destacou a necessidade de preparar melhor as crianças, jovens e adultos para um Cristianismo de raiz, e não de aparências: “Primeiro é preciso que a pessoa tenha uma experiência, propondo um encantamento por Jesus Cristo, então só assim a Doutrina e o Catecismo terão valores. Se a gente não tem essa experiência viva com Jesus, o encantamento por Ele, vai ser muito difícil fazer as crianças, os jovens e os catequizandos a perseverarem na Igreja. Então é uma grande revolução na nossa Igreja, a Iniciação à Vida Cristã”.

Na ocasião, também destacou que a Exortação Apostólica do papa Francisco, Amoris Laetitia, estudada pelos bispos nos últimos dias, é um grande presente de Deus para a Igreja: “Esta exortação busca soluções concretas e anima também a família como o futuro da própria humanidade. Tudo passa pela família, então tudo aquilo que fizermos pela família é claro, nós estamos ajudando o mundo a ser melhor e mais feliz, ajudando também o mundo a se transformar em família. Portanto, logo que toda esta temática estiver resolvida, vamos ver, conhecer e divulgar esses caminhos pastorais para a família”.

Outro tema muito falado no evento foi a atual realidade socioeconômica do Brasil. O bispo de Aparecida (SP) disse que as notas referentes a este tema são concretas, corajosas e proféticas porque trazem não apenas críticas, mas caminhos para driblar a situação. “A corrupção e a mentira se tornou uma cultura brasileira, o jeitinho brasileiro é péssimo. Sem ideologia nenhuma e sem partidarismo, mas a partir do Evangelho, a Igreja quer contribuir também com a Doutrina Social para um Brasil mais fraterno, solidário e verdadeiro. Enfim, estamos pensando nos desempregados, nas eleições 2018 e pensando em um Brasil novo e melhor”, concluiu.

Por CNBB, com Canção Nova

2017-05-09T08:01:05-03:0009/05/2017|
Abrir chat
Powered by