Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

“A juventude é o presente e o futuro de nossa Igreja”, afirma Dom Vilson

Às vésperas do início da Semana Missionária Nacional, o atual presidente da Comissão para a Juventude da CNBB, Dom Vilson Basso, destacou que “a juventude é o presente e o futuro de nossa igreja”.

A Semana Missionária Nacional acontece entre os dias 22 e 28 de julho, nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul, e terminará, juntamente com o Projeto Rota 300, no dia 29 de julho, no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP).

Dom Vilson explica que a Semana Missionária é o coroamento do Projeto Rota 300 que começou em dezembro de 2013 e que se uniu também as celebrações dos 300 anos da ‘Mãe Aparecida’, com enfoque juvenil.

“A ‘Mãe Aparecida’ está andando pelo Brasil em muitos lugares levada de fato pela juventude e essa Semana Missionária Nacional nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul, onde a ‘Mãe Aparecida’ foi encontrada tem esse sentido de coroar esses três anos de evangelização da juventude no Brasil, dando esse toque ‘mariano’ à mãe que nos acompanha a seguir seu filho, e anunciá-lo a tantas pessoas, especialmente à juventude”.

Para o responsável da juventude na igreja do Brasil, a Semana Missionária quer confirmar a caminhada missionária que vem de Jesus e o incentivo do Papa Francisco de uma Igreja em permanente estado de missão.

“Nós sabemos que a juventude é o presente e o futuro de nossa igreja e o Papa pede que ela seja em saída para anunciar e para ‘misericordiar’, para acolher, para ir ao encontro dos pobres, dos pequenos, dos desprotegidos de nossa sociedade. Nós queremos despertar no coração da juventude esse ímpeto missionário de ir, mas ir ao encontro, ir especialmente ao encontro dos pequenos, dos pobres, dos jovens e marginalizados”.

Por Canção Nova, com CNBB

2017-07-21T14:46:33-03:0021/07/2017|
Abrir chat
Powered by