Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Assessores da CNBB contribuem para texto do tema central da 55ª AG

Reunido desde o dia 6 de fevereiro, quando iniciou retiro espiritual, o Grupo de Assessores (GA) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza, desde ontem e até hoje, momentos de estudos sobre o tema central da 55ª Assembleia Geral da entidade e sobre elementos da eclesiologia do papa Francisco. Este é o primeiro encontro do GA neste ano de 2017.

As atividades tiveram início no Centro Marista de Formação Vila Campagnat, em Brasília (DF), onde aconteceu o retiro, entre os dias 6 e 8 de fevereiro. Na ocasião, os assessores das Comissões Episcopais de Pastoral da CNBB refletiram sobre o itinerário do discípulo de Jesus, considerando os processos do “encontro, da conversão, do discipulado, da comunhão e da missão”, a partir do Documento de Aparecida e dos Evangelhos.

Iniciação cristã

Na manhã de ontem, 9, os assessores partiram para mais uma fase do encontro, que no início do ano tem duração de uma semana, envolvendo o retiro, a reunião em si e estudo. A pauta do dia são as contribuições para o texto do tema central da 55ª Assembleia Geral da CNBB: “Iniciação à vida cristã no processo formativo do discípulo missionário de Jesus Cristo”. A assembleia acontecerá em Aparecida (SP), de 26 de abril a 5 de maio.

“Os assessores têm dado uma boa contribuição aos outros textos que se tornaram depois documentos da CNBB. Ao discutirem agora, ao proporem emendas, sugestões e mudanças, poderão ajudar a melhorar e aprofundar o sentido do texto”, afirma o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, que ressalta que as contribuições maiores virão, naturalmente, das Comissões que estão mais envolvidas com o tema da iniciação à vida cristã, como Liturgia, Animação Bíblico-Catequética e os setores Universidades e Cultura, ambos da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da CNBB. 

De acordo com o subsecretário adjunto de Pastoral da CNBB, monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, o texto preparativo para a 55ª Assembleia Geral foi enviado no dia 5 de dezembro a mais de 700 pessoas, entre bispos, assessores e especialistas na temática. Após esta etapa, a Comissão responsável pelo texto irá reunir-se para estudar as propostas que tiverem chegado e preparar o texto que será entregue à Assembleia.

Eclesiologia do papa

Hoje, o padre Vitor Feller Galdino, da arquidiocese de Florianópolis (SC),  conduz um estudo sobre a eclesiologia do papa Francisco. Dom Leonardo Steiner aponta a inspiração que emana do papa argentino. “O papa tem servido de inspiração para todos nós: uma Igreja mais missionária, que vai ao encontro das pessoas, misericordiosa, reconciliadora, mais transparente – em todos os sentidos, não apenas em questões morais. Uma Igreja que realmente saiba ser fermento na massa, ser sal da terra e luz do mundo”, pontua. Para o secretário geral da CNBB, a reflexão sobre a eclesiologia do papa Francisco poderá ajudar os envolvidos com as atividades da CNBB a terem mais lucidez à própria ação evangelizadora. “Mas porque também não na nossa inserção nas nossas Igrejas? Cada um com seu ministério, cada um com seu serviço dentro da Igreja”, conclui.

Por CNBB

2017-02-10T09:25:26-03:0010/02/2017|
Abrir chat
Powered by