Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Basílica de São Pedro do Vaticano é fechada para evitar contágio por coronavírus

rome-236885-640

A Santa Sé adotou medidas ainda mais restritivas para prevenir a propagação do coronavírus COVID-19 e decidiu fechar nesta terça-feira, 10 de março, a Praça e a Basílica de São Pedro às visitas guiadas e aos turistas.

Trata-se de uma medida adotada pelo Estado da Cidade do Vaticano em coordenação com as autoridades italianas. Portanto, assim como as medidas decretadas pelo governo italiano (fechamento de escolas, limitação de movimentação de cidadãos etc.), o fechamento de São Pedro permanecerá em vigor até o próximo dia 3 de abril.

Desde a manhã de hoje, a polícia mantém fechados os acessos à Praça a todo aquele que não demonstre que deve ingressar por motivos de trabalho, como, por exemplo, os jornalistas acreditados junto à Santa Sé.

Além disso, o Vaticano também decidiu fechar a unidade móvel dos correios do Vaticano (localizada na própria Praça de São Pedro), os dois pontos de venda da Livraria Editora Vaticana, o Serviço Fotográfico de L’Osservatore Romano (que poderá ser acessado via on-line) e o centro comercial situado na antiga estação de trem.

No entanto, a farmácia e o supermercado do Vaticano permanecerão abertos, embora com acesso limitado e controlado, como é o caso dos supermercados localizados no território italiano.

Outro serviço interno do Vaticano que permanecerá fechado ao público a partir de amanhã, 11 de março, é o refeitório para funcionários, que será substituído por um serviço de entrega a pedido das diferentes entidades da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano.

Esta decisão se une a outras adotadas pelo Vaticano e pela Conferência Episcopal Italiana para prevenir possíveis contágios por coronavírus, sempre com a coordenação necessária com as autoridades italianas.

Dessa forma, o Vaticano já havia cancelado a celebração pública do Ângelus dominical e da Audiência Geral às quartas-feiras.

Por sua vez, a Conferência Episcopal Italiana, depois de ter adotado medidas preventivas durante a celebração eucarística (como a suspensão do rito de paz, a obrigação de comungar na mão ou o esvaziamento das fontes de água benta), estabeleceu no domingo, 8 de março, o cancelamento de todas as Missas na Itália, embora as igrejas estejam permanecendo abertas para todos aqueles que quiserem rezar.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Via ACI Digital

2020-03-11T09:28:33-03:0011/03/2020|
Abrir chat
Powered by