Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Card. Sergio da Rocha será agraciado com Medalha do Mérito Bom Samaritano

Pela primeira vez, após se tornar cardeal, o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Brasília, dom Sergio da Rocha, será acolhido pela arquidiocese de Teresina, local onde já atuou como arcebispo em 2008. O cardeal é esperado na capital do Piauí, entre hoje e 6 de julho, para ser condecorado com a Medalha do Mérito Bom Samaritano.

Uma equipe, composta pelos padres Leonildo Campelo e Luiz Eduardo, além do vigário geral da arquidiocese, Tony Batista, organiza a acolhida. A programação é extensa; hoje, por exemplo, quem recepciona o cardeal é o arcebispo de Teresina, dom Jacinto Brito, na companhia de membros da arquidiocese.

Amanhã, o cardeal irá se reunir com o clero da arquidiocese. O encontro será seguido de um almoço, no Salão Paroquial de Fátima, como explica o vigário Tony Batista. Para marcar o reconhecimento ao cardeal, durante uma missa solene haverá, ainda, a entrega da Medalha do Mérito Bom Samaritano, a partir das 19h, na Catedral Nossa Senhora das Dores.

Segundo o vigário, a entrega da medalha é feita àqueles que de alguma forma colocam “a sua vida a serviço da vida dos outros”. A denominação para a escolha do título partiu dele. Já de acordo com o padre Luiz Eduardo, a ocasião é uma oportunidade para reconhecer o espírito missionário do homem de Deus, que é dom Sergio.

“Durante o período em que esteve conosco cultivou os fiéis criando laços afetivos, sinceros e duradouros. O nosso clero o considera pela convivência fraterna e pastoral que foi estabelecida. Ratifico que é muito importante receber um cardeal da Santa Igreja Romana, pois este constitui um Colégio Especial que assiste ao papa colegialmente e pessoalmente em diversas funções, principalmente na missão de ajudar o pontífice na Igreja Católica em todo mundo”, finalizou o sacerdote.

Por CNBB

2017-07-04T08:48:20-03:0004/07/2017|
Abrir chat
Powered by