Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Cardeal Filoni anuncia que o Papa aceitou proposta de Mês Missionário

O Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, Cardeal Fernando Filoni, anunciou a aprovação da convocatória “para toda a Igreja, a um mês extraordinário dedicado à oração, à caridade, à catequese e à reflexão teológica sobre a Missão”, segundo informou o jornal italiano ‘La Stampa’. O evento será celebrado durante o mês de outubro nos 100 anos da Carta Apostólica ‘Maximum Illud’ de Bento XV.

O Mês Missionário “não se reduzirá à comemoração deste texto do Magistério papal, tão crucial para a missionaridade de toda a Igreja, mas será, sobretudo, a ocasião para reavivar em todos uma verdadeira conversão missionária e um autêntico discernimento pastoral para que todos, fiéis e pastores, vivam em estado permanente de missão”, anunciou o purpurado.

O Prefeito recordou o chamado do Pontífice “a reavivar o ardor e a paixão dos Santos e dos mártires, sem os quais nos reduziríamos a uma ONG que reúne e distribui ajudas materiais e subsídios” e relacionou o magistério da “Maximum Illud” com os estímulos missionários atuais do Papa Francisco.

O Papa Bento XV em seu documento se refere à Evangelização como “a grande e santíssima missão confiada aos seus discípulos por Nosso Senhor Jesus Cristo”. Além disso, exortou aos prelados a ser “a alma” da missão, “pois convêm que quantos na vinha do Senhor trabalham de um modo ou de outro sintam por própria experiência que o superior da Missão é pai vigilante e solícito, cheio de caridade, que abraça tudo e a todos com o maior afeto; que sabe alegrar-se em suas prosperidades, condoer-se de suas desgraças, infundir vida e alento aos seus projetos e louváveis empresas, prestando-lhes seu concurso, e interessar-se por tudo o de seus súditos como por suas próprias coisas”.

O Pontífice recomendou aos missionários evitem a influência dos nacionalismos, viver com espírito de pobreza para não deter-se em realidades alheias às espirituais, preparar-se diligentemente intelectual e tecnicamente, aprender as línguas indígenas e fomentar antes de tudo a santidade de vida. Aos fiéis solicitou animar as missões com a oração, o fomento das vocações e a contribuição material.

Por Gaudium Press

2017-06-02T09:13:43-03:0002/06/2017|
Abrir chat
Powered by