Notícias da paróquia › 22/06/2013

Catedral de Brasília ganha abraço contra atos de vandalismo

Jovens, idosos, crianças e famílias inteiras participaram de um abraço simbólico à Catedral de Brasília na manhã deste sábado (22) que durou cerca de 10 minutos. O grupo protestou contra atos de vandalismo e pichações realizadas no local na última quinta (20).

A iniciativa partiu de um grupo de arquitetos de Brasília e contou com a presença de turistas que visitavam o monumento. A aposentada Marina Junqueira criticou as depredações.

“Esses baderneiros se aproveitam desse movimento. Porque não dá para continuar assim. Tem que dar um jeito neles também”, disse a aposentada.

O bancário Bernardo Valentim, que acompanhou o ato, disse que é preciso cuidar da cidade. “Eu sou a favor da melhora do país, da educação, da saúde, da política do país, mas eu sou contra a destruição do nosso patrimônio, a destruição da nossa cidade. Gosto da cidade, cuido da cidade e quero continuar cuidando.”

Na sexta, o Palácio do Itamaraty, alvo de depredação e pichações, também foi “abraçado” pelos servidores.

O Palácio do Itamaraty é sede do Ministério das Relações Exteriores e foi concebido pelo arquiteto Oscar Niemeyer. É um dos pontos mais visitados da capital federal. Não só a estrutura física tem valor artístico – o prédio também abriga várias obras de arte, como painéis dos artistas plásticos Athos Bulcão e Alfredo Volpi. Nas partes de dentro e de fora do palácio, há jardins do paisagista Burle Marx.

Segundo a assessoria do Itamaraty, 62 vidraças e uma mesa foram quebradas – pichações foram removidas nesta sexta. As obras de arte da parte interna não foram atingidas. Ainda não há estimativa do valor que será utilizado para as reparações.

Por Globo.com