catedral-logo

18º Domingo do Tempo Comum; O Pão da Vida

“O Senhor deu a comer o pão do céu”, rezamos hoje com o Salmo responsorial (Sl 77), louvando a Deus pelas vezes que temos tido a graça de receber “o Pão que desceu do céu e dá a vida ao mundo” (Jo 6,33). Este é o tema principal da Liturgia da Palavra. Nós continuamos a meditar o capítulo 6º do Evangelho segundo João, iniciado no último domingo. O texto, hoje proclamado, nos mostra a reação do povo diante da multiplicação dos pães. Segundo as palavras de Jesus dirigidas à multidão, eles não estavam conseguindo discernir os “sinais” do Reino acontecendo por meio dele. Estavam procurando-o somente “porque comeram o pão e ficaram satisfeitos” (Jo 6,26). O episódio torna-se ocasião para a explicação que Jesus dá sobre o sentido do “sinal” que ele havia realizado, o discurso sobre o “pão da vida” ou o “pão do céu”, sobre o “alimento que permanece até a vida eterna”. Este alimento é o próprio Jesus, como ele mesmo declara: “Eu sou o pão da vida” (Jo 6,35).

O que fazer diante disso? A obra que Deus espera que realizemos é “crer naquele que Ele enviou” (Jo 6,29), segundo a resposta dada pelo próprio Jesus aos que lhe perguntaram. Esta é a resposta que Deus espera também de nós: a fé em Jesus Cristo que nos leva a discernir os sinais de sua presença entre nós.

No final do diálogo entre Jesus e a multidão, no qual se recorda Moisés e o “maná no deserto”, diante da promessa do verdadeiro pão que desce do céu, o povo pede a Jesus: “Senhor, dá-nos sempre deste pão” (Jo 6,34). Nós também, hoje, nos sentimos necessitados do Pão da Vida. Por isso, repetimos a súplica da multidão: “Senhor, dá-nos sempre deste Pão!” Assim pedimos, dispostos a valorizar sempre mais a presença de Jesus no Santíssimo Sacramento, através da comunhão eucarística, da adoração ao Santíssimo Sacramento e da vivência da comunhão que recebemos. Aproveitemos para refletir sobre como estamos participando das missas, como nos preparamos para participar da Eucaristia e sobre como vivemos a comunhão eucarística em nossas famílias, comunidades e nos diversos ambientes.

Neste início do Mês Vocacional, rezemos pelas vocações sacerdotais, refletindo sobre a sua importância na Igreja. O Pão da Vida se faz presente na celebração eucarística por meio dos sacerdotes. Agradeçamos a Deus pelo dom do sacerdócio e por cada um de nossos padres. Agradeçamos aos nossos sacerdotes, reconhecendo a sua dedicação pastoral e rezando por eles, para que o Pão da Vida continue a se fazer presente, por meio deles, no altar. A cada um de nossos padres, a nossa sincera gratidão e orações!

 

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
ATUALIDADES
AGENDA

2022 janeiro

Semana 5

seg 27
ter 28
qua 29
qui 30
sex 31
sáb 1
dom 2
seg 3
ter 4
qua 5
qui 6
sex 7
sáb 8
dom 9
seg 10
ter 11
qua 12
qui 13
sex 14
sáb 15
dom 16
seg 17
ter 18
qua 19
qui 20
sex 21
sáb 22
dom 23
seg 24
ter 25
qua 26
qui 27
sex 28
sáb 29
dom 30
seg 31
ter 1
qua 2
qui 3
sex 4
sáb 5
dom 6
SITES INDICADOS
Open chat