catedral-logo

D. Sérgio – Solenidade de Cristo Rei – 24.11.2019

+ Dom Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

CRISTO REI

Celebramos, com toda a Igreja, a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo. Na oração do Pai Nosso, ensinada por Jesus, nós suplicamos ao Pai: “venha a nós o vosso Reino”. Contudo, nem sempre prestamos a devida atenção às palavras que repetimos tantas vezes. A Liturgia da Palavra desta solenidade nos mostra como é este Rei em quem nós cremos e como é o seu Reino. O Evangelho nos revela o rosto deste Rei do Universo, ao narrar a sua paixão e morte na cruz. Somos convidados a contemplar Jesus coroado de espinhos para entender bem o significado de sua realeza, que não pode ser entendia segundo os parâmetros dos reis e dos reinos presentes na história. Na cruz, Jesus se revela o verdadeiro rei, o Senhor, que vem para dar a vida pela salvação do seu povo. Ao invés de cercar-se de honrarias, Jesus é o rei que se faz servo, doando a sua vida por nós. A narrativa da paixão, segundo Lucas (Lc 23,35-43), ressalta a misericórdia de Jesus. Na cruz, ele oferece o perdão ao malfeitor arrependido, prometendo-lhe o paraíso. Além disso, em outra passagem, Lucas narra que Jesus rezou, na cruz, suplicando ao Pai o perdão àqueles que o crucificavam. Jesus não é apresentado como um rei dominador, mas como o rei-servo que constrói o seu Reino sobre o perdão e a doação.

No prefácio da missa desta solenidade, louvamos ao Pai porque o Reino de Jesus é um “reino eterno e universal: reino da verdade e da vida, reino da santidade e da graça, reino da justiça, do amor e da paz”. É este o Reino que pedimos ao Pai, todas as vezes que rezamos o Pai Nosso. Com o belo hino de louvor da Carta de S. Paulo aos Colossenses, nós damos graças ao Pai que “nos recebeu no reino de seu Filho amado” (Cl 1,13) e porque quis “por ele reconciliar consigo todos os seres, os que estão na terra e no céu, realizando a paz pelo sangue da sua cruz” (Cl 1,20).

Em todo o Brasil celebramos hoje o dia nacional dos cristãos leigos e leigas, chamados a participarem ativamente da vida e da missão evangelizadora da Igreja, especialmente, pelo testemunho cristão nos diversos ambientes da sociedade. Nós bendizemos a Deus e agradecemos os fiéis leigos que se dedicam generosamente ao serviço da Igreja nas diversas pastorais, movimentos e serviços, bem como, pela participação responsável na construção da sociedade. Torna-se cada vez mais necessária a atuação dos cristãos leigos nos diversos campos da vida social, como “sal da terra” e “luz do mundo”. Nossas comunidades paroquiais necessitam também de um número maior de leigos e leigas para as diversas pastorais, movimentos e serviços. Somos todos “batizados e enviados” em missão!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
ATUALIDADES
AGENDA

2022 janeiro

Semana 5

seg 27
ter 28
qua 29
qui 30
sex 31
sáb 1
dom 2
seg 3
ter 4
qua 5
qui 6
sex 7
sáb 8
dom 9
seg 10
ter 11
qua 12
qui 13
sex 14
sáb 15
dom 16
seg 17
ter 18
qua 19
qui 20
sex 21
sáb 22
dom 23
seg 24
ter 25
qua 26
qui 27
sex 28
sáb 29
dom 30
seg 31
ter 1
qua 2
qui 3
sex 4
sáb 5
dom 6
SITES INDICADOS
Open chat