catedral-logo

IV Domingo do Advento – 23/12/2018

Com Maria, esperamos o Natal!

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

Na proximidade do Natal de Jesus, a Liturgia da Palavra nos apresenta a figura de Maria de Nazaré, mãe do Messias anunciado pelos profetas. Com ela, aprendemos a viver este tempo do Advento. Enquanto aguardava o nascimento de Jesus, ela foi visitar Isabel, que também estava grávida, necessitada de sua ajuda fraterna (Lc 1,39-45). O fato de dirigir-se, “apressadamente”, à casa de Isabel, demonstra a urgência da situação e a prontidão de Maria em estar com Isabel. Aquela que, pouco antes, na Anunciação, se apresentou como a “serva do Senhor”, logo depois, na Visitação, se faz a serva de Isabel, ensinando-nos a servir a Deus através dos irmãos que mais necessitam de nós. Maria permaneceu com Isabel durante três meses, numa atitude de extraordinária generosidade. Conforme o exemplo de Nossa Senhora, também nós devemos aguardar a solenidade do nascimento de Jesus através da caridade para com todos, principalmente para com os mais necessitados de amor, oração, serviço e solidariedade. Quando agimos deste modo, nos tornamos portadores da alegria que vem da presença de Jesus, como ocorreu na visita de Maria a Isabel.

A atitude de Isabel também nos ensina a bem viver o Advento do Senhor. Ela acolhe Maria, que traz a presença de Jesus, com louvor, humildade e alegria. Com Isabel, nós também queremos louvar a Mãe do Salvador e ao seu filho Jesus, exclamando como tantas vezes fazemos ao rezar a Ave-Maria: “bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!”. Às vésperas do Natal, procuremos imitar Isabel, repetindo, com fervor, as palavras que ela dirigiu a Maria e a Jesus.

A profecia de Miquéias se cumprirá no nascimento do Messias, na pequenina Belém. Segundo o Profeta, a paz caracteriza o Messias esperado e o seu reinado: “os homens viverão em paz e ele mesmo será a Paz” (Mq 5,3-4). Seja o Natal, tempo de paz em nossas famílias e em nosso país.

Estamos às vésperas do Natal. É importante refletir sobre como vai a nossa preparação para o Natal de Jesus. Sem a preparação cristã, não se celebra o Natal de modo cristão, isto é, o nascimento de Jesus. A preocupação com festas ou presentes não pode ofuscar ou substituir o sentido genuíno do Natal do Senhor. Para que o Natal seja feliz, como sempre desejamos, participe e convide a sua família e amigos para participarem da missa de Natal. Ao mesmo tempo, procure viver fraternalmente com todos, promovendo a reconciliação, o perdão e a paz. Tenha um feliz Natal, com as bênçãos do Menino Deus!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
ATUALIDADES
AGENDA

2022 janeiro

Semana 5

seg 27
ter 28
qua 29
qui 30
sex 31
sáb 1
dom 2
seg 3
ter 4
qua 5
qui 6
sex 7
sáb 8
dom 9
seg 10
ter 11
qua 12
qui 13
sex 14
sáb 15
dom 16
seg 17
ter 18
qua 19
qui 20
sex 21
sáb 22
dom 23
seg 24
ter 25
qua 26
qui 27
sex 28
sáb 29
dom 30
seg 31
ter 1
qua 2
qui 3
sex 4
sáb 5
dom 6
SITES INDICADOS
Open chat