Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)
Visitas às áreas internas da catedral suspensas enquanto durar a Pandemia

Mortes ligadas ao tabaco podem subir para 8 milhões por ano

A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela num estudo recente divulgado no início deste ano que são essenciais algumas medidas para reduzir o fumo.

O novo relatório avalia os custos para a saúde e para a economia ligados ao aumento do total de fumantes no mundo.

Segundo a OMS, atualmente 6 milhões de pessoas morrem todos os anos de complicações ligadas ao tabaco. Num relatório divulgado recentemente, em Genebra, na Suíça, a agência da ONU revela que o total de mortes pode subir para 8 milhões por ano, até 2030.

Para que isso não aconteça, são necessárias medidas para reduzir o uso de cigarros e outros produtos derivados do tabaco. As pessoas nos países em desenvolvimento são as que correm mais risco de morte. Mais de 80% das vítimas do tabaco serão de países em desenvolvimento.

A OMS destaca que os custos econômicos do tabaco ultrapassam US$ 1 trilhão por ano, em gastos com saúde e perdas na produtividade.

Além disso, 15% dos gastos públicos no setor da saúde em países de renda alta estão ligados ao fumo. Mas em nações em desenvolvimento, o uso de tabaco está aumentando porque o poder de compra da população está crescendo.

A OMS destaca também que as propagandas da indústria do cigarro continuam influenciando as pessoas. De acordo com a agência da ONU, somente agora é que os países de rendas baixa e média estão se preocupando com medidas de controle do uso do tabaco.

Mas a OMS nota que mesmo em nações onde essas medidas já estão em vigor, a produção de cigarros e de outros produtos similares não está diminuindo.

Por Canção Nova, com Rádio Vaticano

2017-03-14T14:41:31-03:0014/03/2017|
Abrir chat
Powered by