Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Papa Francisco: “Fidelidade é mudança”

Teve início ontem (23/11), em Verona, Itália, o 7° Festival da Doutrina Social da Igreja sobre o tema “Fidelidade é mudança”. 

Para a ocasião, foi gravada uma mensagem de vídeo do Papa Francisco, em que o Pontífice saúde os participantes do evento e diz que o tema do festival “nos leva a considerar que, na realidade, ser fiel requer a capacidade de mudar”.
 
O Santo Padre cita a experiência de Abraão, que a Bíblia nos mostra como modelo de fé. Ele recebeu o mandato de Deus que lhe disse: “Saia de sua terra, do meio de seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. Eu farei de você um grande povo, e o abençoarei; tornarei famoso o seu nome, de modo que se torne uma bênção.”

Por ser fiel, Abraão teve de mudar e partir. “A Palavra de Deus nos ajuda a distinguir as duas faces da mudança: a primeira, é a confiança, a esperança e a abertura ao novo. A segunda, é a dificuldade de deixar as certezas para ir ao encontro do desconhecido. Sentimo-nos mais tranquilos quando permanecemos em nosso recinto, conservando e repetindo as palavras e os gestos de sempre. Isso nos faz sentir mais seguros do que sair, partir e iniciar processos novos”, diz o Papa na vídeo-mensagem.

Mas o que acontece se mantivermos a nossa fidelidade a Deus e ao ser humano? “O chamado de Deus mudou radicalmente a vida de Abraão. Quando respondemos a Deus, acontece algo de inédito que nos leva aonde nunca imaginamos”, sublinha Francisco.

Segundo o Papa, “fidelidade ao ser humano, significa encontrar a pessoa concreta, o seu rosto, a sua necessidade de ternura e misericórdia a fim de que possa sair do anonimato, das periferias existências. Fidelidade ao ser humano significa abrir os olhos e o coração aos pobres, aos doentes, aos desempregados, aos que estão feridos pela indiferença e por uma economia que descarta e mata; abrir-se aos deslocados que fogem da violência e da guerra. Fidelidade ao ser humano significa vencer a força dos próprios interesses, dos interesses egoístas”. 

Francisco conclui a mensagem de vídeo, afirmando que “a fidelidade a Deus e ao ser humano se convergem num movimento dinâmico que toma a forma da mudança de nós mesmos e da realidade, criando espaços e trabalho para os jovens e ao seu futuro”.

O 7° Festival da Doutrina Social da Igreja se concluirá no próximo dia 26.

Por Rádio Vaticano

2017-11-24T11:06:10-03:0024/11/2017|
Abrir chat
Powered by