Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Relíquia de Dom Bosco é encontrada em Pinerolo, Itália

A relíquia de Dom Bosco que havia sido furtada foi encontrada e recuperada, no dia 16/6. Depois de 13 dias de investigações a polícia italiana recuperou a relíquia que estava em uma casa na localidade denominada Pinerolo.

O responsável pelo furto foi preso, enquanto a enquanto a comunidade dos Salesiana bem como o Arcebispo de Turim, Dom Cesare Nosiglia expressavam sua alegria e gratidão.

A relíquia está em perfeito estado

A ampola na qual são conservados os restos mortais de São João Bosco foi finalmente recuperada pela polícia italiana depois de quase duas semanas (02 de junho) de terem sido roubadas da Basílica de Castelnuovo.

Numa casa situada na cidade de Pinerolo, localidade próxima de Turim, os policiais encontraram a teca com as relíquias escondida dentro de um bule de cobre, no armário da cozinha da casa de um homem de 42 anos de idade.
Segundo os investigadores o roubo ocorreu entre as 18 e 20 horas do dia 02 de junho, quando o fluxo de peregrinos na Basílica é mais reduzido.

Apurou-se que o furto não foi movido pelo desejo de um pedido de resgate e também que o crime não havia sido cometido a pedido de um colecionador. O móvel do crime foi a equivocada ideia de que a tampa que cobre o relicário tivesse um valor de venda em possível venda a algum receptador.

A relíquia estava em perfeito estado de conservação, enquanto que o ladrão foi para a prisão de Asti, após ter admitido o roubo.

Foi um alívio para a comunidade salesiana e para os fiéis devotos do Santo dos jovens, mas também alegria e gratidão foram expressos pelo Arcebispo de Turim, Dom Cesare Nosiglia que agradeceu a polícia por ter resolvido a questão do furto, embora convencido de que a oração e a condenação unânime dos “amigos de Dom Bosco” fizeram a sua parte.

“Espero – disse Dom Nosiglia – que os jovens de todo o mundo possam seguir seu exemplo e ter sentimentos de bondade e misericórdia, mesmo para com aqueles que cometem más ações, porque é isso que Jesus nos ensinou”.

Por Gaudium Press

2017-06-19T11:02:10-03:0019/06/2017|
Abrir chat
Powered by