Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h

Santuário de Fátima terá câmeras de segurança para prevenção de terrorismo

O governo de Portugal publicou despacho ontem (23), no Diário da República Eletrônico, que autoriza a instalação e o funcionamento de sistema de videovigilância na cidade de Fátima e arredores, para a proteção de pessoas e bens e a prevenção de atos terroristas.

No dia 13 de maio deste ano, será comemorado o centenário da aparição de Nossa Senhora na cidade, e milhares de peregrinos e devotos do mundo todo são esperados no local.

Em setembro do ano passado, o papa Francisco confirmou que irá à cidade portuguesa de Fátima (que fica a aproximadamente 130 quilômetros da capital, Lisboa) para as comemorações do centenário, o que fez com que houvesse um interesse maior ainda no evento e uma corrida por reservas nos hotéis da região.

Com o enorme fluxo de peregrinos ao local, cresce o receio de possíveis atentados terroristas durante as comemorações. Dessa forma, o governo português optou, após parecer favorável da Comissão Nacional de Proteção de Dados, pela instalação de câmeras de vigilância em Fátima. De acordo com o despacho, serão permitidas a captação e gravação de som sempre que se verificar uma situação de perigo concreto para a segurança de pessoas e bens.

O sistema de vigilância funcionará ininterruptamente, 24 horas por dia, todos os dias da semana, e as câmaras devem ser direcionadas de modo a não captarem e não gravarem imagens nos locais mais reservados de oração, como o interior das igrejas, capelas e espaços de devoção. Não será permitida a utilização de câmaras ocultas. Todas as operações deverão ser registradas, e imagens suspeitas devem ser arquivadas por um período mínimo de dois anos.

Por Agência Brasil

2017-01-24T11:03:33-03:0024/01/2017|