Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Sínodo 2018 pretende ouvir e envolver mais os jovens, afirma Dom Sérgio

“Nossa responsabilidade é preparar a próxima Assembleia Sinodal procurando envolver toda a Igreja, especialmente os jovens (…). Nos reunimos para pensar melhor o caminho a seguir”. A afirmação é do Cardeal Sérgio da Rocha, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e arcebispo de Brasília, comentando a reunião do Conselho do Sínodo dos Bispos, iniciada nesta quinta-feira, 16, e que tem sua continuidade nesta sexta-feira, 17, em Roma.

O Conselho, presidido pelo Papa Francisco, é formado por 15 bispos, três escolhidos diretamente por Francisco, sendo um destes, Dom Sérgio. A respeito da preparação para a Assembleia Sinodal sobre a Juventude, prevista para outubro de 2018, o cardeal ressalta o pedido do Santo Padre para que o período seja de escuta de todos os jovens, dos que estão no dia a dia das comunidades aos que não têm participado da vida da Igreja.

“Este momento é importante porque se trata do envolvimento de nossa juventude na própria temática do Sínodo. Não teria sentido realizar um Sínodo sem ouvir os próprios jovens. Ouvir procurando acolher ao máximo as suas contribuições, seus anseios e seus desafios”, comentou o cardeal brasileiro.

Sobre a participação e presença do Papa na reunião, Dom Sérgio enfatizou a postura acolhedora do Santo Padre. “O Papa Francisco é sempre um exemplo de escuta, acima de tudo. Ele procura ouvir atentamente e acolher ao máximo as observações, as experiências que nós trazemos, especialmente a consulta que está sendo feita à própria juventude. Ele mesmo é um exemplo de Sinodalidade, que é construída a partir da escuta”, afirmou.

De acordo com o cardeal, o grande apoio das Conferências Episcopais e toda a mobilização em prol da juventude busca o maior envolvimento do jovem na Igreja. “Temos a esperança que na próxima Assembleia Sinodal teremos ainda mais o envolvimento do jovem”, comentou. Para Dom Sérgio, o objetivo é que a juventude testemunhe a fé cristã diariamente, até que se alcance o jovem por meio de outros jovens.

Por Canção Nova, com Rádio Vaticano

2017-11-17T14:51:48-03:0017/11/2017|
Abrir chat
Powered by