Horário de Funcionamento e Visita
Segunda-feira: das 08h às 17h
Terça e Sexta-feira: das 10:30h às 17h (limpeza da Nave Central das 08h às 10:30h)
Quarta, Quinta Sábado e Domingo: das 08h às 17h
Hours of Operation and Visit
Monday: 8am at 5pm
Tuesday and Friday: 10:30 - 17: 00 (cleaning of the Central Ship from 08:30 - 10:30)
Wednesday, Thursday Saturday and Sunday: from 08h to 17h
Horários de Funcionamento na Pandemia
Segundas: fechada
De terça a sexta: das 08h às 12h15 (inicio da missa) depois fecha.
Sábados: das 08h às 17h (inicio da missa)
Domingos: das 09 às 12h e das 16h às 18h (inicio da missa)

Um sínodo para a Pan-Amazônia

Um Sínodo para os Povos de toda a Pan-amazônia: o projeto do Papa Francisco foi confirmado terça-feira (16/05) pelo Presidente da Conferência Episcopal Peruana, Dom Salvador Piñeiro García-Calderón.

Em entrevista ao L’Osservatore Romano, o arcebispo metropolitano de Ayacucho revela também ter agradecido ao Papa pela criação da Rede Eclesial Pan-Amazônica, REPAM.

O Presidente da Rede, que encabeça também a Comissão Episcopal para a Amazônia no Brasil, é o Cardeal Cláudio Hummes. Satisfeito com a notícia de um futuro Sínodo regional, “que seria pastoralmente muito importante para quem trabalha lá”, Dom Cláudio frisa os dois principais desafios comuns dos 9 países que compõem a Pan-Amazônia: evangelizar e proteger os povos e o meio ambiente. Para isso, é necessário unir as forças: que é o que a REPAM vem fazendo.

“Em primeiro lugar, ele agradece ao Papa pela criação da REPAM. Isto é muito auspicioso porque mostra o apoio que a Conferência Peruana quer dar ao trabalho na Amazônia, sobretudo na peruana, neste caso. Ele agradece a REPAM como um novo serviço que anima, estimula e presta serviço à Igreja em toda a Pan-Amazônia”.

“Em segundo lugar, a notícia que ele está dando de que o Papa gostaria de fazer um Sínodo regional referente à Pan-Amazônia. Nós todos ficaríamos muito felizes se isto pudesse ocorrer. Creio que seria pastoralmente, e em termos de missão, muito importante para todos os que trabalham na Pan-Amazônia”

“Existem dois desafios fundamentais: o propriamente missionário, evangelizador da Igreja naquela região. A Amazônia tem estes grandes problemas comuns, desafios da realidade missionária evangelizadora… a presença da Igreja em toda a realidade pan-amazônica”. 

“Outro nível é a questão ecológica: a importância da floresta Amazônica e a ameaça que ela está sofrendo de destruição, de degradação, de desmatamento, etc.”.

“Na parte da evangelização, creio que o grande desafio é unir mais as nossas forças, todos os que estamos na Pan-Amazônia. E esta é uma das propostas que a REPAM faz”.

Por Rádio Vaticano

2017-05-17T13:40:10-03:0017/05/2017|
Abrir chat
Powered by